Suporte individual

Todas as pessoas que utilizam os serviços do Centro Comunitário dispõem de apoio individualizado, no sentido de se estruturar o desenvolvimento de programas individuais de acordo com os seus interesses e objectivos.

Estes programas abrangem diferentes áreas como a educacional, escolar, a habitacional, a gestão de problemas ou dificuldades do quotidiano (planeamento da rotina diária, imagem pessoal, gestão de dinheiro) ou áreas intrapessoais e interpessoais (tomada de decisões, resolução de conflitos).

O processo de suporte individual nos programas comunitários constitui-se como um pilar organizador, orientado para as necessidades individuais e focalizado em ultrapassar barreiras e dificuldades na integração social (individuais ou da comunidade).

Predominantemente, a função de suporte individual assenta, por um lado, na identificação de necessidades e, por outro, na localização e negociação de recursos existentes ou no desenvolvimento de recursos alternativos.

Assim, no processo de suporte individual são estabelecidas ligações com outros serviços e recursos da comunidade de acordo com os objectivos identificados, procurando-se uma articulação entre todos os apoios prestados.

O suporte individual tem também uma perspectiva de continuidade, progredindo por prioridades e etapas, funcionando como um instrumento de ligação fundamental junto das pessoas com doença mental.

No entanto, o acompanhamento individual deve procurar o equilíbrio entre o apoio de longo prazo e a construção da autonomia e independência dos utilizadores. Este equilíbrio pode e deve ser alcançado, através de uma estratégia de fortalecimento da ligação e de participação efectiva nos diversos contextos da comunidade (acesso ao rendimento, emprego, educação, habitação, espaços de lazer e cultura, etc).